Aproveitando São Paulo - MASP

Aproveitando São Paulo - MASP

blogdoskip:

Sabe, os jogos de tabuleiro andam cercados de mitos e idéias ultrapassadas sobre eles. Este texto foi escrito por Bruno Faidutti, e pode ser encontrado aqui. Bruno é um autor de jogos de tabuleiro europeus, o que significa “modernos”.

As novas safras de jogos são bastante diferentes dos velhos…

(Fonte: )

Outra tragédia envolvendo armas nos EUA…

e a solução proposta que vi por aí foi bem inteligente. Dar armas aos professores.

Achei típico. Depois perguntam porque tanta gente odeiam os Estados Unidos. Eu fico imaginando minha primeira professora na escola. Ela devia ter uns 60 anos. Falava tudo no diminutivo. Aquela professora de cabelos brancos, me dizia: “pega o caderninho e faz a liçãozinha de matemática”.Ela com uma arma automática na cintura é uma das coisas mais difíceis de imaginar.

Imagina quanta munição o maluco ia ter disponível. Mata a primeira professora, pega a arma dela e mata a segunda professora. Repetir esta sequencia até acabarem as professoras….

E que venha o Fim do Mundo… estou pronto.

O Google caiu um dia desses. O Niemeyer morreu. A Apple é maior que a Microsoft.  Rio de Janeiro será sede das olimpíadas. O Corinthians ganhou a libertadores. 

O Fim dos Tempos está próximo.

E eu quero muito agradecer a todos os meus amigos, familiares, conhecidos e a todos os meus inimigos pela vida que eu vivi. Posso dizer com orgulho: valew a pena cada minuto.

Valew os hamburgers que eu comi nesta vida. Cada espera no aeroporto em Dallas na volta pra casa. Cada trem lotado ao ir pra faculdade. Cada cerveja que tomei no Marrocos. Sushi em Pinheiros. Visitar Pebble beach, o campo de golfe famosão. Passear na Times Square. Jogar pedrinhas na Billings. Ensinar pessoas como jogar um tabuleiro na FPT. Treinamento no pólo petroquímico em Cubatão. Passar calor no Recife. Frio em Porto Alegre. Videoconferências. Virar noites implantando projetos. Aulas. Cursos. Viagens. Pessoas.

Agradeço a cada uma das pessoas que interagiram comigo, anônimas ou amigas próximas. Agradeço aos meus familiares. Aqui pertinho e lá longe. Aos fabulosos profissionais que dividiram suas habilidades comigo. Quero agradecer pelo que aprendi ensinando meus alunos. Agradeço as poucas amantes que tive. E em especial, agradeço aos meus filhos pelo prazer e pela honra de ser o pai de vocês.

E que este ano de transformação acabe logo, porque fim do mundo é o caralho…. Feliz 2013.

Conferência com Porto Alegre e São Paulo.

Conferência com Porto Alegre e São Paulo.

Sala de Aula

Acho que a educação já deu o que tinha que dar.

Pelo menos no modelo atual. Sempre digo que se Sir Isaac Newton levantasse do túmulo hoje, reconheceria apenas a escola porque ela não mudou nada nos 300 anos em que ele esteve morto.

E isso é cada vez mais verdade. Passamos o tempo na escola aprendendo o passado, fórmulas que não tem utilidade prática, regras gramaticais para uma forma de escrita que não usamos mais. Ninguém aprende a pensar, a resolver problemas e a empreender (em qualquer área, não só nos negócios).

Isso nos arrasta para trás. Nos fixa num ponto em uma estrada vibrante, rápida e em constante mutação. Precisamos fazer mais.

Cansado, mas ainda vivo

Um aluno meu esta semana me disse “professor, você já passou por cada uma !!”. Isso me fez pensar muito.  

Eu vivi meus 43 anos intensamente. Aproveitei as oportunidades, vivi muito. Adquiri muita experiência. E agora estou indo para um novo caminho.

Mudança de rumo radical na minha vida profissional, re-orientando minha carreira completamente. Mas minha vida pessoal também passa por mudanças. E venham mais experiências, mais intensidade. Mais cansaço.

Continuo vivo. Sigo um desbravador, aproveitando as oportunidades que aparecem. Porque se a vida te dá limões, faça uma refrescante limonada.

Vi no Mashable e no ViuIsso

Vi no Mashable e no ViuIsso

#starwars Lava-rápido do Mestre Yoda

#starwars Lava-rápido do Mestre Yoda